♥♥NATUROPATIA: NATURALMENTE SAUDÁVEL♥♥

Uma terapia holística que defende e promove tratamentos 100% naturais, a Naturopatia é, acima de tudo, uma filosofia de vida. Declarada “terapêutica não convencional” em 2003, a Naturopatia é uma das seis medicinas alternativas actualmente reconhecidas pelo estado português.

Aonde e quando nasceu?

O padre alemão Sebastien Kneipp é apontado como pioneiro da Naturopatia depois de ter criado, na Alemanha, um centro de “cura pela água” – hidroterapia – onde tratava várias doenças. Por sua vez, foi o terapeuta alemão Benedict Lust, que afirma ter sido curado por Sebastien Kneipp, o responsável pela difusão da Naturopatia no mundo ocidental, por volta do ano 1892. Apesar de ter surgido apenas em 1902, a palavra “Naturopatia” é bem mais antiga, remontando à expressão grega “pathos” e “natura” que significa “doença da natureza”.

Uma filosofia natural

A Naturopatia é o estudo e tratamento das doenças, única e exclusivamente através de processos naturais. Defende uma perspectiva holística do homem (é visto e tratado como um todo e isso inclui as suas características físicas, psíquicas, sociais, etc.) que acredita ter uma total capacidade de auto-cura. Com a ajuda de terapêuticas naturais complementares, o corpo reage graças aos seus próprios mecanismos de defesa e de reequilíbrio, desencadeando um processo que conduz à cura 100% natural.

O poder da água, o poder do ar

A Naturopatia tem em dois elementos da natureza – a água e o ar – dois pilares fundamentais para a prevenção e para o tratamento. Por um lado a água, devido aos seus poderes terapêuticos conhecidos e reconhecidos, assim como as diversas formas em que pode ser utilizada. Os naturopatas apontam a hidroterapia como extremamente benéfica, principalmente no tratamento de dores crónicas, artrite, insónia, doenças de pele, circulação venosa e linfática, entre outras. Por outro lado, o ar puro que, para além de ser essencial para a nossa saúde é, por si só, uma excelente terapia para o organismo. Ao respirarmos pelo diafragma, expandimos os pulmões, o que permite a circulação de elevadas quantidades de oxigénio pelo corpo e cujo efeito é muito purificante.

Naturopatia = estilo de vida

Encarada como uma forma natural de estar e de viver a vida, a Naturopatia defende que são os hábitos nocivos – sono irregular, alimentação desequilibrada, tabaco, excesso de álcool, uso de drogas – que levam à acumulação de toxinas no corpo, o que leva ao seu mau funcionamento e, consequentemente, a um mal-estar generalizado, ou pior, às doenças. A adopção de novos hábitos, que incluem um estilo de vida moderado (diminuição dos níveis de stress e ansiedade, cultivar uma atitude positiva), uma dieta equilibrada, o recurso a jejuns esporádicos, descobrir a importância da respiração (para depois exercer!), a prática regular de exercício físico, tempo para actividades recreativas e de lazer (de preferência ao ar livre!).

O que trata?

Caracterizada por sendo uma terapia multidisciplinar, a Naturopatia é uma opção válida para homens e mulheres de todas as idades. Utilizada no tratamento de perturbações crónicas e agudas, abrange patologias tão diversas como: anemia, artrite, diabetes, alergias, bronquite, candidíase, enxaquecas, sinusite, constipações, tensão pré-menstrual, dores menstruais, menopausa, osteoporose, obesidade, problemas de pele, afecções digestivas, úlceras, obstipação, cistite, irritações do cólon, má circulação, recuperações pós-operatórias, stress e ansiedade, entre outros. Fale sempre com o seu médico de clínica geral antes de optar por um tratamento natural ou mesmo se pretende adicioná-lo a um tratamento actual.

A trilogia da Naturopatia

  • Força vital – o nosso organismo possui uma força vital curativa capaz de enfrentar e de recuperar de várias afecções, ou seja, auto-equilibra-se (a esta capacidade chama-se “homeostasia”). A Naturopatia define a saúde como um estado físico, mental e emocionalmente harmonioso e não a simples ausência de dor e/ou de doença.
  • Sintomas da doença – segundo a Naturopatia, a manifestação dos sintomas de uma qualquer doença são a prova de que o nosso processo e capacidade natural de cura está em marcha, ou seja, o organismo está a libertar as toxinas nocivas e a voltar ao seu estado naturalmente saudável. No entanto, todo e qualquer sintoma deve ser seguido e devidamente tratado.
  • Tratamento holístico e natural – para além de ser 100% natural, os tratamentos prescritos no âmbito da Naturopatia são definidos tendo em conta a pessoa como um todo e com base em três aspectos fundamentais. Chama-se tríade da saúde e envolve: a saúde estrutural (uma má postura e um sistema músculo-esquelético debilitado pode prejudicar o sistema nervoso e alguns órgãos internos); saúde bioquímica (os alimentos e líquidos que ingerimos podem afectar a nossa saúde positiva ou negativamente); saúde emocional (o stress, a ansiedade, os nervos e todas as outras emoções que vivemos diariamente afectam directamente o nosso organismo).

A primeira consulta

Hoje em dia existem muitas clínicas, especializadas ou não em medicina natural, que disponibilizam consultas de Naturopatia. O objectivo da Naturopatia é promover mente sã e corpo são, prevenir e tratar as doenças, no entanto, fá-lo de uma forma distinta da medicina convencional – em vez de tratar os sintomas, procura a principal causa do problema. Daí ser natural que na primeira consulta, o naturopata questione a pessoa sobre os mais variados aspectos da sua vida: actual estado de saúde, qual a sua profissão e ritmo de trabalho, dieta (tanto o que come, como o que bebe), funcionamento intestinal, qualidade do sono, se tem uma rotina de exercício físico, como ocupa os tempos livres, como vive as diferentes relações que mantém com o companheiro, amigos e familiares. Para além destas informações, o naturopata pode fazer uma série de exames médicos como medir a pressão arterial, auscultar o coração, observar os olhos, ouvidos e garganta, entre outros. Com uma duração de cerca de uma hora, por norma, o preço de uma consulta de Naturopatia ronda os €35 ou €40.

Os tratamentos

Enquanto resultado da consulta de Naturopatia, o tratamento receitado será feito tendo em conta tudo aquilo que o paciente mencionou e não apenas baseado nas suas actuais queixas. O tratamento prescrito terá sempre como principal objectivo estimular as defesas naturais da pessoa, para que seja o próprio corpo a voltar a funcionar naturalmente. As diversas componentes do tratamento, assim como as quantidades e duração são definidas para actuarem em conjunto com o corpo, corrigindo o que está menos bem, eliminando toxinas e motivando os processos metabólicos. Assim, as terapêuticas que um naturopata pode aconselhar incluem:

  • Acupunctura
  • Aromaterapia
  • Arteterapia
  • Biofeedback
  • Cromoterapia
  • Dieta de desintoxicação/jejum
  • Dieta orgânica/vegetariana
  • Fisioterapia
  • Fitoterapia
  • Geoterapia
  • Hidroterapia
  • Hipnoterapia
  • Homeopatia
  • Iridologia
  • Massoterapia
  • Meditação
  • Musicoterapia
  • Oligoterapia
  • Osteopatia
  • Psicoterapia
  • Reflexologia
  • Sonoterapia
  • Suplementos alimentares

Técnicas de respiração

  • Terapia antroposófica
  • Terapia ayurvédica
  • Terapia floral
  • Terapia vibracional
  • Trofoterapia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: